quarta-feira, 19 de abril de 2017

Projeto Sampler 2017 - BLOCO 10

Olá, participantes do projeto!

Vocês perceberam que aos poucos estão dominando diversos tipos de pecinhas, formas, possibilidades?

Hoje vamos confeccionar nossos primeiros flying geese - ou gansinhos!

Na verdade, a expressão quer dizer "gansos em vôo". É uma referência à formação dos gansos no céu quando migram:

Nosso bloco de hoje é um design bastante tradicional:


Os gansinhos são incrivelmente versáteis! Eu já postei uma aula sobre como produzí-los - inclusive com links para postagens no facebook mostrando possibilidades. CONSULTE ESSA LIÇÃO PARA SABER COMO MONTAR SEUS GANSINHOS E PARA ENTENDER COMO AS PECINHAS SÃO CALCULADAS. 

Os gansinhos precisam medir 4 x 2 polegadas; você vai precisar cortar:
  • 1 quadrado maior, medindo 5 1/4", em tecido coringa;
  • 4 quadradinhos menores, medindo 2 7/8", em tecido escuro.
Para as demais peças, corte:
  • Centro: mede 4 polegadas; corte com 4 1/2". Já que é uma peça simples e um pouco maior que as demais, é uma boa oportunidade de usar uma estampa mais elaborada ou temática.
  • Cantos: medem 2 polegadas; corte com 2 1/2, em tecido coringa, 4 vezes.


A montagem do bloco é bem simples:
Em seguida junte tudo:
Está pronto!

Este bloco é muito simples, mas com o tempo e a prática é possível criar inúmeras variações. Alguns anos atrás eu propus a minhas alunas um desafio: criar projetos totalmente diferentes a partir deste mesmo design. Estas foram algumas ideias que tivemos:

E esta peça foi uma brincadeira minha - uma experiência utilizando este bloco em 5 tamanhos diferentes: 4, 6, 8, 10 e 12 polegadas!


Também é possível costurar uma peça inteira só com gansinhos, sem montar blocos: é rápido e fica muito bonito! Esta é uma colcha que eu e minha alunas confeccionamos em 2010, e que foi doada como prenda de um bingo beneficente:


Nas próximas semanas vamos confeccionar outros modelos de blocos que utilizam gansinhos. Mas enquanto aguarda, faça uma experiência: digite "flying geese" no campo de busca do Pinterest. Você vai se encantar!

Até semana que vem!

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Paninhos, Amigos, Apoio, Começos...

Hoje cedo eu fiz um post aqui sobre ensinar e aprender, citei meu início como professora de patchwork e fiquei de contar depois a história. E aí depois virou agora, pois não deu para resistir.

Eu comecei a ensinar patchwork como voluntária - na Creche Foch, aqui Pouso Alegre: lugar especial onde fiquei por dois anos, e onde aprendi muito. O carinho que ficou é tanto, e a admiração pelo trabalho deles é tamanha, que até hoje aqui no ateliê quase todos os nossos projetos solidários são em benefício dessa incrível instituição e suas crianças. Aqui tem uma postagem sobre um desses projetos, e na página do ateliê no facebook você encontra outros.

Sou muito grata pelo tempo que passei na creche porque lá eu percebi que podia me tornar professora. Mas ainda assim não pensava em deixar minha profissão e seguir por esse caminho como acabei fazendo. Houve algumas pessoas que foram fundamentais para que isso se tornasse possível, e é sobre duas delas que quero contar hoje.

Quando mudei para Pouso Alegre, em 2003, o patchwork estava começando a se tornar muito popular no Brasil. Por aqui, nem se ouvia falar ainda; e nem havia materiais ou variedade de tecidos à venda. As primeiras pessoas para quem mostrei meu trabalho na cidade foram o William e a Ana Maria Clareth - irmãos e proprietários da Jomar Tecidos e do Bazar Ana Maria. Deles eu recebi o encorajamento inicial para começar a dar aulas profissionalmente; eles também se comprometeram a disponibilizar em suas lojas os materiais necessários, e foram os primeiros a anunciar meu trabalho.

E foi assim que comecei. Com a cara, a coragem, e duas máquinas de costura em cima da mesa da sala. As primeiras alunas vieram. E muitas outras, com o tempo. Uma forasteira ganhava nome na cidade.

E mesmo sendo eu quase desconhecida, a Jomar tecidos e o Bazar Ana Maria aceitaram patrocinar minha primeira exposição na cidade. Eles não faziam ideia do que eu ia montar (e nem eu!), mas confiaram e apoiaram. Depois vieram outras exposições, outros eventos; e também diversos projetos solidários realizados... sempre com o apoio deles.


Aninha, William e eu na inauguração da 1ª Mostra de Patchwork de Pouso Alegre, realizada em maio de 2009 na galeria do Conservatório Estadual de Música. 

Este não é, portanto, um post pago - pois eles me "pagaram adiantado" rsrsrs: apoiando e divulgando meu trabalho e meus eventos!

Hoje meu ateliê é conhecido em Pouso Alegre e região, e a Jomar Tecidos e o Bazar Ana Maria pesquisam e correm atrás para oferecer cada vez mais variedade de tecidos e outros materiais necessários para quem faz patchwork (e outras artes também!). Este mês o William inaugurou sua nova loja - ampliada, modernizada e com uma coleção de estampas de derreter o coração de qualquer "Quiltéria"!

A nova Jomar Tecidos fica em frente à praça principal da cidade, do lado esquerdo da Catedral (e o bazar da Aninha fica ali pertinho, no calçadão).








Olha o Baú da Cotinha aí: peça feita por mim exposta na loja. A maior parte de minhas alunas descobre o ateliê através da Jomar.

Aninha e William na nova loja.
Aninha dando uma força durante a montagem de nossa primeira exposição, em 2009. Ela também é artesã e contribuiu com uma de suas peças.



Foi um prazer acompanhar o entusiasmo de nossos parceiros enquanto a reforma acontecia, e poder fazer as fotos acima na semana da inauguração. Parabéns pelo trabalho, e mais uma vez obrigada por apoiar o Baú da Cotinha!

Ensinar para Aprender

Bom dia!

Hoje não é dia de postar bloquinho novo, mas gostaria de oferecer uma dica para quem está seguindo o Projeto Sampler 2017 e deseja consolidar seu aprendizado:

Arrume um aluno e... ENSINE! Descubra alguém que deseje ou precise aprender patchwork, e compartilhe o que você vem aprendendo.

Existe uma citação da poetisa Cora Coralina que resume bem a idéia:


Eu fico às vezes espantada ao perceber o quando aprendi desde 2008, quanto comecei a dar aulas de patchwork. A maneira como comecei merece uma postagem à parte, e vou compartilhar essa história qualquer dia desses.

E continuo aprendendo. Cada vez que sento ao computador para preparar uma postagem e ensinar um novo bloquinho, estou aprendendo mais. Cada vez que uma aluna tem uma idéia ou descobre um design desafiador, e juntas sentamos para "desvendar o mistério", entender a geometria e fazer o cálculo, estou aprendendo.

Para finalizar, compartilho com vocês um texto muito interessante que li hoje cedo, e que inspirou esta postagem: "Você devia ensinar o que sabe", de Andrea Ayres-Deets, publicado no blog Papo de Homem (que eu também recomendo).

Uma ótima semana e até breve!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Projeto Sampler 2017 - BLOCO 9

Bom dia!

Animadas para a Páscoa? E para costurar no feriado? Eu é que não vou deixar vocês sem "dever de casa"... Então, vamos ao bloco nº 9!

A essa altura, quem está seguindo o projeto já está com o olhar mais treinado e provavelmente percebeu que é um bloco formado por quadripartidos; ou seja, vamos reforçar a técnica aprendida na semana passada. E também relembrar o strip-piecing que aprendemos lá no começo do projeto. 

Este bloco envolve diversas sub-unidades, então vamos por partes:

Peça A - Centro: é um quadradinho de 2 polegadas; corte com 2 1/2". Reserve.

Peça B - É um quadripartido exatamente como você aprendeu nas instruções do bloco 8 (veja a postagem anterior). No entanto, o tamanho é diferente: aqui a pecinha precisa medir 2 polegadas, então você vai precisar cortar os quadradinhos com 3 1/4, nas cores:
  • azul claro: 1x
  • azul escuro: 2x
  • coringa: 1x
Monte igualzinho explicado semana passada; lá na postagem eu também explico como chegar ao tamanho de cortar, e tem instruções ilustradas para a montagem.

Peça C: é o strip-piecing. Nas instruções do bloco 2, que você encontra aqui, eu expliquei o que é e exemplifiquei. Em nosso bloco de hoje, cada quadradinho precisa medir 1 polegada; então você vai precisar cortar tiras de 1 1/2. A montagem da pecinha é assim:




Peça D: forma a borda do bloco;
  • corte 4 retângulos medindo 6 1/2 x 1 1/2, em coringa;
  • corte 4 quadradinhos medindo 1 1/2, em tecido colorido;

Hora de juntar tudo! É só seguir a sequência:
Continuando:


Estamos quase lá:
Pronto!

Um bloco um pouquinho mais elaborado, mas fácil de fazer se a gente o enxergar por partes.

Imagine utilizá-lo, por exemplo, em uma peça assim:


Super bonito, não é?

E nosso grupo no whats app está ficando muito animado! Neste fim de semana as meninas costuraram muito, trocaram ideia, deram risada e no final me enviaram fotos de seus bloquinhos. Eles renderam uma postagem na página do ateliê no facebook, que você encontra aqui.

Para participar de nosso grupo, é só enviar uma mensagem para (35) 99931-3279, informar seu nome, e solicitar inclusão.

Boa Páscoa para todas, e até semana que vem!

sábado, 8 de abril de 2017

Projeto Solidário 2017 - Mantinhas para Idosos

Olá!

As postagens dos bloquinhos semanais do nosso Projeto Sampler 2017 têm me tomado bastante tempo, mas hoje dedico esta postagem a um outro projeto: estamos confeccionando 45 lap quilts - ou "mantinhas de colo" para um abrigo de idosos aqui em Pouso Alegre.

Todos os anos nós procuramos incluir projetos solidários em nossa agenda. Em nossa página no facebook há diversas postagens mostrando esses projetos. 

Alunas do ateliê trabalhando em um de nossos projetos para doação.

Este ano não vai ser diferente. E, como de costume, desejamos envolver a comunidade nesse projeto. 

Alguns grupos de alunas já estão trabalhando firme na confecção das peças. Estes são alguns dos topos prontos, e outros em andamento:






Os modelos serão bem simples e rápidos, mas com todo o nosso carinho!

Se você mora em Pouso Alegre ou região e deseja participar, há três formas de contribuir:
  • Participe dos mutirões: Não é preciso saber costurar - a gente ensina! Você ajuda e aprende patchwork gratuitamente! Temos uma agenda já estabelecida (veja abaixo), mas dependendo do andamento do trabalho planejaremos outros encontros. Você não é obrigada a participar de todos os mutirões. Se desejar participar de algum, entre em contato conosco via Facebook e confirme sua presença no horário escolhido.
  • Costure em sua própria casa sozinha ou com amigas: entre em contato e receba orientação.
  • Doe material: vamos precisar de moletom flanelado para o forro das mantinhas. 
Se você achou a ideia bacana mas não mora em nossa região. que tal reunir sua comunidade e realizar um projeto como esse em sua própria cidade?

Esta é a agenda dos mutirões já previsos. Logo teremos mais fotos de mantinhas prontas. Ajude-nos a divulgar!

Bom fim de semana e até breve!

quarta-feira, 5 de abril de 2017

PROJETO SAMPLER 2017 - Bloco 8

Bipartidos, tripartidos... aos poucos vamos aprendendo a confeccionar diferentes sub-unidades!

Hoje vamos aprender a costurar quadripartidos. Sim, são quadradinhos formados por 4 triângulos. Assim:
Nosso bloco da semana utiliza 4 dessas sub-unidades:
Agora, a surpresa: sabe como você faz um quadripartido? Você primeiro monta dois bipartidos, e depois faz a bipartição dos dois juntos. Vou explicar. Mas antes, vamos à lista de corte do bloco:

Todos os triângulos são do tipo QS, conforme expliquei na lição 7. Eles precisam medir 4 polegadas (pois o bloco mede 8"); já sabemos que ao cortar QSs acrescentamos 1 1/4 à medida desejada. Então vamos cortar tudo com 5 1/4.

Repare na ilustração acima:
  • precisamos de 4 triângulos no azul claro, então corte um quadrado (ele vai render 4 triângulos, certo?);
  • precisamos de 4 triângulos no azul escuro, então corte um quadrado também.
  • precisamos de 8 triângulos em coringa (branco), então corte 2 quadrados.
Agora, monte bipartidos combinando:
  • 1 quadrado branco + um quadrado azul claro;
  • 1 quadrado branco + um quadrado azul escuro;
Monte os bipartidos conforme mostrado nas instruções dos blocos anteriores deste projeto.

O resultado será:
A diversão começa agora: você vai combinar um bipartido azul escuro + um bipartido azul claro, e costurar como se fosse fazer... outro bipartido. Comece riscando o bipartido azul claro como você aprendeu ao fazer seus primeiros bipartidos: faça um risco no centro, na diagonal, depois um risco de cada lado a 1/4 de distância. Veja na ilustração abaixo o sentido do risco. Em seguida:

Acredite se puder: é só isso! Seus quadripartidos já estão prontos. Passe a ferro e repita com o outro par de bipartidos. Corte fora as "orelhinhas". Os dois procedimentos vão render os 4 quadripartidos que você precisa.

É hora de montar o bloco; proceda assim:
Mais simples, impossível. Mas para ficar fácil mesmo, você precisa praticar: além do bloco do projeto, experimente costurar outros modelos de blocos. Por exemplo:

Este bloco não é apropriado para nosso projeto porque é montado em uma grade de 3 x 3 - impossível de ser feito com 8 polegadas.

Minha aluna Graciana acaba de montar um belo painel que utiliza este bloco combinado com o bloco log cabin; a peça ainda está sendo quiltada e finalizada, mas posso mostrar o design (depois mostrarei também a peça pronta):

E patchwork é isso: brincar com cores e formas!

Então, recapitulando: estes são os oito blocos já apresentados. Estão aqui afixados na parede do ateliê, aguardando os próximos:

E você, está confeccionando os seus? Manda a foto para a gente postar!

Até quarta que vem com mais um bloco!

quarta-feira, 29 de março de 2017

PROJETO SAMPLER 2017 - BLOCO 7

Bom dia!

'Bora praticar mais tripartidos? Só para consolidar mais a técnica e o aprendizado!

Este será nosso bloco da semana:

Pois é! Muitas vezes, com as mesmas sub-unidades - ou "pecinhas de lego" - é possível criar algo diferente apenas mudando a posição das peças. Escrevi uma aula inteira sobre isso algum tempo atrás - veja aqui.

Então hoje nós vamos confeccionar 4 tripartidos, e com eles confeccionar o bloco mostrado acima. No entanto, desta vez s 4 tripartidos vão formar o bloco inteiro, então eles precisam ser maiores: o bloco precisa medir 8 polegadas, então vamos confeccionar tripartidos com 4 polegadas. Nossa lista de corte fica assim:
  • Peça A: é um HS. Precisa medir 4 polegadas; corte com 4 7/8, duas vezes (os dois quadrado renderão os 4 triângulos que você precisa para cada um ds 4 tripartidos).
  • Peça B: é um QS. De um quadrado você consegue os 4 triângulos necessários para os tripartido que vai usar aqui. Precisam medir 4 polegadas; corte com 5 1/4. 


E é só isso Monte os 4 tripartidos conforme explicado na postagem anterior - do bloco 6. Lá também eu explico como se faz os cálculos, e porque existem dois tipos diferentes de triângulos.

Agora vamos montar o bloco. Proceda assim:


Hoje foi fácil, né? Apenas reforçamos o aprendizado do bloco anterior. Independentemente deste projeto, continue praticando as sub-unidades em outros tamanhos, cores e designs. Assim você não esquece. Durante os próximos blocos vamos aprender a confeccionar gansinhos, quadripartidos e muito mais. E de vez em quando retornaremos a sub-unidades já vistas antes - só para relembrar!

Está chegando agora?

Leia sobre o projeto e encontre aqui todas as explicações anteriores. Ainda dá tempo de participar. E, desejando apoio e consultoria gratuitos, junte-se ao nosso grupo no whats app: envie uma mensagem para (35) 99931-3279, informe seu nome e solicite participação!

Abraços e até semana que vem!

quarta-feira, 22 de março de 2017

SAMPLER 2017 - BLOCO 6

Bom dia!

Eu adoro o outono: época deliciosa para costurar e planejar projetos para o inverno! Aqui a nova estação chegou trazendo manhãs bem mais frias e dias mais confortáveis.

E hoje é quarta-feira, dia de bloco novo! Nas últimas duas semanas nós confeccionamos blocos que utilizavam bipartidos; hoje vamos aprender a costurar tripartidos.

Este é o nosso bloco da semana:

Ele é formado por 4 tripartidos - todo mundo vai ficar craque! Mas também incluí 4 bipartidos nos cantos: assim a gente aprende algo novo mas reforça o que já fez antes.

Os tripartidos envolvem o segundo tipo de triângulos - o QS. Quem acompanha nossas aulas desde antes deste projeto já aprendeu, na lição 7, que temos dois tipos de triângulos: o HS e o QS. Se você não conhece a diferença, não deixe de ler a lição com atenção. Ela vai te mostrar o motivo, a solução do problema e como cortar cada um deles.

Nosso bloco precisa medir 8 polegadas; então, cada quadradinho da grade quadriculada vale duas polegadas. Nossa lista de corte vai ficar assim:

PEÇA A:

É um retângulo de 2 x 4; corte com 2 1/2 x 4 1/2, no tecido coringa, 4x; reserve.

PEÇA B: É o tripartido.

O triângulo maior, azul médio, é um HS; precisa medir 2 polegadas; corte quadrados de 2 7/8 (o acréscimo de 7/8 é uma tabela fixa que está explicada lá na lição 7). Você vai precisar de 4 triângulos, então corte dois quadrados (1 quadrado = 2 triângulos). Reserve.

Os triângulos menores, em azul mais escuro e branco, são do tipo QS. Precisam medir 2 polegadas; corte quadrados de 3 1/4 (o acréscimo de 1 1/4 é uma tabela fixa que está explicada lá na lição 7). Você precisa de 4 triângulos no tecido escuro e 4 no tecido coringa. Corte 1 quadrado de cada (1 quadrado = 4 triângulos).

Para montar o tripartido:

Na base de corte, posicione os quadrados de 3 1/4, direito com direito, bem alinhadinhos; corte na diagonal DUAS VEZES. Você obterá 4 pares de triângulos bicolores; costure como mostrado abaixo (faça 4 peças):

Em seguida, prepare os triângulos em tecido de cor média: corte os quadrados de 2 7/8 na diagonal UMA VEZ. Costure cada um desses triângulos com uma peça bicolor preparada no passo anterior (faça 4 peças):


Seus 4 tripartidos estão prontos! Monte o catavento central do bloco desta forma:


PEÇA C: É o bipartido que você já conhece. Cada um mede 2 polegadas, portanto corte os quadrados com 2 7/8; corte dois quadrados em coringa e dois quadrados em azul. Monte os 4 bipartidos como já ensinado nos blocos anteriores deste projeto.

Agora você já tem todas as "pecinhas de lego" para montar o bloco. Proceda assim:


Os tripartidos são muito úteis e vão estar presentes em muitos blocos que veremos por aí. A própria lição 7 mostra um modelo; a lição 6 apresenta vários outros. E você sabia que os tripartidos podem formar uma bela borda? Veja só:


Ou, dependendo do tamanho dos tripartidos, um caminho de mesa (o exemplo natalino é do Pinterest):


Enfim...o céu é o limite quando a gente aprende a confeccionar um grande número de sub-unidades e suas combinações. No mais, é manter os olhos bem abertos para todas as combinações e possibilidades que só enxergamos quando entendemos essas noções de design. É esse conhecimento que o Baú da Cotinha deseja oferecer a todos que seguirem este projeto. Continuem com a gente e até quarta-feira que vem!